Viver e morar em Vinhedo SP

A cidade oferece uma excelente qualidade de vida. Ao lado das vizinhas Valinhos e Louveira, Vinhedo é conhecida pelo grande número de condomínios com residências de alto padrão.

Mercado Imobiliário - Por Alex Schiller - terça, 30 de outubro de 2018

Viver e morar em Vinhedo SP

Vinhedo é uma cidade do interior do Estado do São Paulo. Os habitantes se chamam vinhedenses. O município se estende por 81,6 km² e contava com 63.611 habitantes no último censo. A densidade demográfica é de 779,5 habitantes por km² no território do município.

Vinhedo é considerada uma das melhores cidades para se viver no País. De acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) atribuem a Vinhedo 0,817 de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o que a enquadra em um alto patamar de desenvolvimento humano, sendo o 13º melhor índice do Brasil. O estudo também destaca o município nas áreas de Educação, com feitos consideráveis como ter vencido o analfabetismo em 2015, enquanto empresas de pesquisas e apoio a órgãos governamentais apontam que 27% dos brasileiros não sabem ler, nem escrever e muitos mal conhecem o significado das palavras. Na Saúde, a cidade registra com baixíssimos índices de mortalidade infantil e uma das melhores infraestruturas do Brasil; no quesito Saneamento Básico 100% da rede de esgoto coletado é tratado no município, e grandes investimentos nesses setores impactaram positivamente essa avaliação.

A cidade também é conhecida por seus inúmeros Condomínios Fechados. Esse estilo de vida é característico e muitas famílias vem para cá em busca da sonhada casa sem muro, a possibilidade de caminhar ou correr pelas ruas do Condomínio, proporcionar a seus filhos a brincadeira de rua, as experiências que se tornaram impossíveis nas grandes cidades. Essa qualidade de vida não tem preço e, por isso, cada dia mais famílias escolhem Vinhedo como moradia.

 

Onde fica Vinhedo

Vizinho dos municípios de Louveira, Valinhos e Itupeva, Vinhedo se situa a 7 km a Sul-Leste de Valinhos.

 

Video da cidade de Vinhedo

 

História da Cidade

Em 1620, aproximadamente, época do ciclo do ouro, surgiu um pequeno povoado na Estrada da Boiada (estrada que até hoje corta a cidade de Vinhedo). A chamada rota dos bandeirantes e também dos tropeiros, que transportavam gado e produtos, acabou desenhando o desenvolvimento do país. E a história de Vinhedo não é diferente.

Em 31 de outubro de 1908, o governador do Estado de São Paulo, Albuquerque Lins, promulgou a Lei nº 1138, criando o Distrito de Paz de Rocinha, no município de Jundiaí e, pela proximidade com aquela cidade, acabou atraindo novos moradores. O Distrito, antes simples pousada daqueles bandeirantes e tropeiros, tornou-se um dos principais locais da região.

A população, formada principalmente por imigrantes europeus, transformou a agricultura, bastante diversificada, na base da economia local, caracterizada, principalmente, pela grande quantidade de videiras predominantes em seus vales e encostas. Rocinha não parou de crescer. As ruas foram surgindo e o Distrito ganhou condições urbanas de um povoado em desenvolvimento.

Na década de 20, a agricultura deixou de ser o principal ramo de economia, quando foi construída a primeira indústria do Distrito, a Fiação e Tecelagem Sant’Anna, inaugurada em 1925. Em 1947, foi fundada a Cerâmica Jatobá, e em 1953, a Carborundum.

O povoado prosperava e os problemas começavam a surgir. Diversas pessoas influentes na cidade, como médicos, jornalistas, famílias tradicionais etc, captando o anseio da população em se desligar de Jundiaí, iniciaram o processo de emancipação do Distrito.

Este grupo de emancipadores era liderado pelo médico Abrahão Aun e composto por Alcides Guarido, Aristides de Paula, Antônio Medeiros Júnior, Antônio Elias, Antônio Vendramini, Agenor de Mattos, Antônio Zechin, Antônio Maria Torres Filho, Milton de Souza Meirelles, Monsenhor Favorino Carlos Marrone, Carmelo Consolo, Humberto Pescarini, Henrique de Barros Leite, Júlio Francisco de Paula, Jacob Matenhauger, Gumercindo Rocha, Luiz Rotella, Manoel de Sá Fortes Junqueira Júnior, Manoel Fernandes, Odilon de Souza e Epiphânio Salustiano de Souza.

O plebiscito foi marcado para 24 de outubro de 1948, plenamente democrático e simples, onde todos podiam votar. Eram homens e mulheres acima de 18 anos, que viviam no Distrito, no mínimo há dois anos. Dos 1.666 eleitores que compareceram à votação, 1.563 lutaram pela emancipação, oficializada no mês de dezembro do mesmo ano.

Em 2 de abril de 1949, aconteceu a escolha do primeiro prefeito, tendo como candidato único, o médico Abrahão Aun. Vinhedo foi o nome escolhido para homenagear o principal produto agrícola da cidade – a uva.

O progresso chegou, mas Vinhedo continua resgatando a cultura de uma cidade do interior. Em proporção adequada, a qualidade de vida e crescimento são características do município.

Fonte: http://www.vinhedo.sp.gov.br/

 

Economia

Situada no meio do caminho entre a Grande São Paulo e Campinas, dos anos 80 em diante Vinhedo passou a atrair moradores de alto poder aquisitivo das duas metrópoles vizinhas para condomínios luxuosos. Mas manteve o ar de tranquilidade do interior. Nos últimos cinco anos, sua expansão populacional beirou os 3% ao ano — a média paulista ficou em 0,7%.

A chegada de moradores endinheirados foi acompanhada pela abertura de empresas. Atualmente, 40% do PIB local e metade dos empregos vêm da atividade industrial. A média paulista está em torno de 20% em ambos os índices. Tudo isso impulsionou o desenvolvimento. O PIB per capita dos vinhedenses beira os 100.000 reais — cerca de quatro vezes a média nacional.

A bonança se refletiu num maior volume de impostos arrecadados e em melhorias na infraestrutura. Praticamente todos os domicílios contam com coleta de lixo e abastecimento de água. A coleta de esgoto chega a 83% da cidade. Raras são as ruas de chão batido. O Índice de Desenvolvimento Humano de Vinhedo, atualmente em 0,82, supera o de capitais conhecidas pelos bons indicadores sociais, como Curitiba.

A cidade entrou num ciclo virtuoso. “A riqueza dos moradores estimula a economia”, diz Thomaz Assumpção, sócio da Urban Systems. “Os dividendos da expansão foram aplicados no desenvolvimento social, o que atrai mais famílias de alta renda e negócios.”

Fonte: https://exame.abril.com.br/revista-exame/paulinia-e-vinhedo-sao-pequenas-notaveis-para-negocios/

 

Morar em Vinhedo e trabalhar em São Paulo

Vinhedo está localizada à apenas 75 km da capital, o que permite que muitos de seus moradores continuem trabalhando na metrópole. O acesso pode ser realizado pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, que é um dos melhores e mais seguros sistemas rodoviários do País. Sua localização é estratégica, pois está a apenas 18 km de Campinas, 25 km de Jundiaí e é cercada por cidades prósperas e de fácil acesso. Além dessas características importantes, a cidade está localizada a aproximadamente 20 minutos do Aeroporto Internacional de Viracopos, considerado um dos melhores do país, tendo sido reformado e ampliado recentemente, atendendo aos mais rigorosos padrões internacionais.

 

Turismo

A cidade oferece uma excelente qualidade de vida. Ao lado das vizinhas Valinhos e Louveira, Vinhedo é conhecida pelo grande número de condomínios com residências de alto padrão, os principais pontos turísticos:

  • Parque Temático Hopi Hari, acesso pela Rodovia Anhanguera, Km 78.
  • Parque Municipal Jayme Ferragut, local da Festa da Uva, o Parque Aquático Municipal e da sede do grupo de escoteiros de Vinhedo.
  • Portal dos Imigrantes, com Monumento ao Imigrante e Memorial do Imigrante, no Jardim Itália.
  • Igreja Matriz de Sant’Anna, no centro da cidade.
  • Centro Cultural Eng. Güerino Mário Pescarini e Teatro Sylvia Alencar Matheus, no centro da cidade.
  • Estação Ferroviária de Cargas e Passageiros tem prédio histórico, no centro da cidade.
  • Represa João Gasparini: É um dos locais mais visitados da cidade, desde a sua inauguração em 1979. O local tem fonte natural, lago, árvores frutíferas, quadras, praças, playgrounds e espaço para eventos esportivos e culturais.
    Endereço: Rua Frank Swalles, s/n – Cachoeira (próximo ao Centro)
  • Fazenda Cachoeira
  • Quilombo remanescente
  • Cristo Redentor e novo Portal de acesso à cidade de Itatiba.
  • Mosteiro de São Bento.
  • Casa de Retiro Silo e o
  • Observatório Abrahão de Moraes.

 

A Festa da Uva

Antes mesmo da emancipação de Vinhedo, um grupo de agricultores celebrava a colheita dos frutos ao som de músicas tradicionais e muita alegria. Era um momento mágico, em que os produtores comemoravam o fruto de seu trabalho com a comunidade local.

Oficialmente, a primeira Festa da Uva aconteceu na Praça Sant’Anna no ano de 1948. Com o passar do tempo e à medida em que prosperava a cidade, o evento também cresceu.

Hoje, Vinhedo não é mais uma cidade agrícola, mas fica evidente na população a preocupação com a preservação das tradições e da cultura daqueles que ajudaram a construir o município.

A festa da Uva em Vinhedo e as festividades acontecem no Parque Municipal Jayme Ferragut e recebem milhares de pessoas, entre moradores e turistas. Conta com inúmeras atrações, incluindo exposição e venda de frutas, leilão de frutas premiadas, artesanatos diversos, parque de diversões, grandes shows com artistas de renome nacional, apresentações de dança, bandas regionais em diversos estilos musicais, performances variadas, praça de alimentação, desfile de cavaleiros, passeio de motociclistas, entre outras atividades.

 

Dicas de imóveis para comprar ou alugar em Vinhedo

 

Fotos de Vinhedo SP

Festa da Uva

Festa da Uva de Vinhedo SP

Fonte da Amizade

Fonte da Amizade de Vinhedo

Centro Cultural Vila João XXIII

Centro Cultural de Vinhedo

Memorial do Imigrante

Memorial do Imigrante de Vinhedo

Mosteiro de São Bento

Mosteiro de São Bento

Represa

Represa de Vinhedo

Hopi Hari Vinhedo

Hopi HariVinhedo