Viver e morar em Itatiba SP

Itatiba foi apontada como a segunda cidade no Ranking Nacional de Bem-Estar Urbano, ideal para quem quer viver no campo mas perto de tudo que uma metrópole pode oferecer de melhor.

Mercado Imobiliário - Por Alex Schiller - quarta, 31 de outubro de 2018

Viver e morar em Itatiba SP

Itatiba é uma cidade do interior do Estado do São Paulo. O município se estende por 322,2 km² e contava com 101.471 habitantes. A densidade demográfica é de 314,9 habitantes por km² no território do município.

Itatiba foi apontada como a segunda cidade no Ranking Nacional de Bem-Estar Urbano em uma pesquisa feita pelo Observatório das Metrópoles do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O estudo avaliou a dimensão urbana e o bem-estar dos moradores por meio do consumo de bens e serviços sociais.  Itatiba também é considerada a terceira cidade com melhor qualidade de vida do Brasil e com um índice de área verde por habitante superior a 4.108 m2, excepcional segundo a Organização Mundial da Saúde.

Com uma população de aproximadamente 130 mil habitantes, a cidade faz parte do polo turístico do Circuito das Frutas, sendo a cidade do caqui. Além disso, Itatiba é um grande polo moveleiro, sendo tradicional na produção de móveis coloniais.

 

Onde fica Itatiba

Vizinho dos municípios de Vinhedo, Morungaba e Jarinu, Itatiba se situa a 17 km a Sul-Leste de Valinhos. Situada a 80 km de São Paulo - na região da grande Campinas – é acessada pelas melhores rodovias do país - Dom Pedro I, Anhanguera e Bandeirantes. Além disso, ela está distante apenas 50 km do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas.

 

Vídeo de Itatiba – SP

 

História de Itatiba

Foi no território de Jundiaí, nos seus limites com antigas Vilas de Atibaia, Bragança e Campinas, que teve início a história da ocupação e posterior fundação da cidade de Itatiba. Até meados do século XVIII (por volta de 1750), esta área não era ainda ocupada pelo homem, mas isso não significa que ela fosse desconhecida. Como exemplo desse fato, sabemos que desde os idos de 1700, o Rio Atibaia já era utilizado para a navegação, servindo como meio de transporte para pessoas e mercadorias entre uma vila e outra. Aos poucos, portanto, o nosso território foi sendo "descoberto", conhecido e reconhecido pelos povos de Atibaia, Bragança e Jundiaí.

Com o aumento da população, o templo tornou-se pequeno. Assim, em 1827, os moradores decidiram construir uma outra capela e, em 1829, solicitaram que a localidade fosse elevada para a categoria de freguesia. No entanto, o pedido não foi atendido, sendo necessário se fazer outro. Após o segundo pedido alcançaram sucesso: pelo Decreto Imperial de 9 de dezembro de 1830, dom Pedro I criava a Freguesia de Nossa Senhora do Belém, na então Vila de Jundiaí.

A primeira grande riqueza da cidade foi o café. Na segunda metade do século XIX, Itatiba, que fazia parte da área pioneira do plantio em direção ao Oeste Paulista, alcançava uma grande produção cafeeira. Tal fato proporcionou um enorme desenvolvimento econômico para a cidade que, devido a sua grande produção, tinha uma ferrovia - Estrada de Ferro Carril Itatibense.

Após sucessivas crises, dentre elas a de 1929, a produção decaiu e Itatiba passou a adotar um perfil mais industrial. As primeiras grandes indústrias que se instalaram no município pertenciam ao ramo têxtil, de fósforos e de calçados. A partir da década de 1960, a cidade conheceu um novo surto de desenvolvimento: data dessa época a instalação das primeiras indústrias vinculadas ao ramo moveleiro, que tinham como característica principal a produção de móveis em estilo colonial. Por essa especialidade, Itatiba passou a ser conhecida como a Capital Brasileira do Móvel Colonial.

Atualmente, a indústria se diversificou e, com a instalação de um moderno Distrito Industrial, a cidade segue esse caminho não se esquecendo, no entanto, da agricultura que ainda hoje é bastante importante, destacando-se na produção de vagem e de caqui, uma de suas marcas na atualidade. Itatiba é uma cidade com um grande potencial turístico, onde se desenvolvem várias atividades ligadas ao Turismo Rural, Histórico-Cultural e de Eventos. Como a cidade foi construída incrustada em colinas, com uma beleza natural notadamente reconhecida, recebeu o codinome de Princesa da Colina.

Fonte: http://www.itatiba.sp.gov.br/

 

Educação

De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), em 2015, as escolas municipais de Itatiba alcançaram 6,8 pontos na fase inicial do ensino fundamental, estando à frente da média nacional, de 5,5. De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Itatiba possui 11 escolas de Ensino Médio, 36 escolas de Ensino Fundamental e 37 escolas de Educação Infantil. Já o ensino superior conta com o campus da Universidades São Francisco, FATEC, ETEC Rosa Perrone Scavone. Dentre outras instituições o SENAI também tem uma unidade na cidade.

 

Turismo

Itatiba conta com hotéis, pousadas, SPA e hotéis fazenda, os quais garantem uma de qualidade. A gastronomia se destaca na variedade dos seus bares e restaurantes. As praças públicas, os Parques Luis Latorre e Ferraz Costa, oferecem belas paisagens e excelentes opções de esporte e lazer.

O Roteiro turístico é diversificado. O Centro Histórico conta com prédios e igrejas preservadas que marcaram a história da cidade, e sua memória é resgatada pelo Museu Municipal e pelo Arquivo Público Municipal. A Praça da Bandeira, com seu tradicional Coreto, a Basílica de Nossa Senhora do Belém,os casarões do Século XIX e o centro comercial, simboliza bem as cidades do interior. O local é palco das apresentações da centenária Banda Santa Cecília e dos Seresteiros, grupo de músicos que preserva a rica tradição das serestas.

Outro destaque do centro, que merece uma visita é o Mercado Municipal. Instalado nas dependências de uma antiga fábrica de fósforos construída na primeira metade do século XX. No seu interior podemos encontrar produtos cultivados nos sítios e chácaras do município numa variada gama de estabelecimentos comerciais. O Mercadão também conta com uma deliciosa e aconchegante praça de alimentação, área verde, espaço de convivência e amplo estacionamento.

No Roteiro Rural o destaque é o contato com a natureza. O turista pode degustar delícias da fazenda como queijos, pães, bolos, geléias, sucos etc. Dependendo da época do ano, é possível visitar plantações de morango, uva ou o caqui; a fruta típica de Itatiba, que tem a sua festa anual em abril: a Festa do Caqui e Cia. O evento recebe anualmente a visita de mais de 150 mil visitantes. Nesse roteiro o turista pode conhecer ainda o Zooparque Itatiba, O Mundo dos Animais, localizado em uma fazenda com 100 alqueires, com área de Mata Atlântica totalmente preservada.

 

Dicas de imóveis para comprar ou alugar em Itatiba SP

 

Fotos de Itatiba

Biblioteca Municipal Chico Leme

Biblioteca Municipal Chico Leme Itatiba SP

Palacete Damásio

Palacete Damasio Itatiba SP

Fazenda Santa Bárbara

Fazenda Santa Bárbara Itatiba SP

Festa do Caqui

Festa do Caqui